Tratamento para Obesidade e Emagrecimento ​

Tratamentos

A obesidade, definida como um índice de massa corporal (IMC) maior ou igual a 30 kg/m2 , é uma doença metabólica crônica, de difícil tratamento, cuja prevalência vem aumentando em proporções epidêmicas nas últimas quatro décadas na maioria dos países. Também tem sido observado no mundo todo um crescente número de crianças e adolescentes com sobrepeso ou obesidade. A obesidade é um relevante problema de saúde mundial, agravado, sobretudo, pelo aumento do risco de diabetes melito tipo 2, doenças cardiovasculares e várias formas de câncer. Além disso , o excesso de peso corporal também favorece o surgimento de muitas outras anormalidades, incluindo osteoartrite, doença hepática gordurosa não alcoólica, refluxo gastresofágico, hipertrofia benigna da próstata, infertilidade, hipogonadismo ( deficiência de Testosterona ), asma, apneia do sono e deficiência de vitamina D, entre outros. Em geral, quanto maior o IMC, maior o risco dessas doenças.

O tratamento  da obesidade, baseado em evidências clínicas consistentes, oriundas, principalmente, de grandes estudos multicêntricos, já está bem fundamentado. Assim, deve ser recomendado de acordo com uma avaliação criteriosa de eficácia e segurança.Nesse contexto, dois importantes conceitos são cruciais. O primeiro estabelece a obesidade como doença crônica multifatorial, não passível de “cura” por meio de terapias a curto prazo. O segundo indica que a obesidade deve ser abordada de modo multidisciplinar, envolvendo mudanças no estilo de vida e recursos farmacológicos, a exemplo do diabetes melito. Tais medicamentos são recomendados de acordo com o IMC e as comorbidades de cada indivíduo.

Devemos lembrar que o tratamento da Obesidade deve ser INDIVIDUALIZADO!

Fonte: Lucio Vilar , Endocrinologia Clínica – Sexta Edição

Gostaria de um atendimento personalizado?

Entre em contato conosco. Teremos o prazer em ajudar

Rolar para o topo